Devo fazer Implante Coclear?

É possível que na sua trajetória (ou do seu filho), o diagnóstico tenha se encaminhando para algo parecido com “surdez sensorioneural severa a profunda bilateral”. Você já deve ter lido bastante sobre, frequentado consultas médicas, fonoaudiólogos e conversado com outras pessoas sobre o que fazer. Se você ainda não cumpriu essas etapas, vale passar por todas elas. Para os que já passaram, alguns se decidem rapidamente pelo implante, outros seguem com a pergunta martelando na cabeça: “Fazer ou não o implante coclear?”

CRITÉRIOS DE INDICAÇÃO DO IMPLANTE COCLEAR

A indicação médica para o implante coclear segue uma rotina, ou um “protocolo” como costumamos dizer. Exame médico clínico, avaliações da audição e da linguagem e exames de imagem compõem o básico. Os critérios de indicação não são uniformes em todos os países. Por exemplo, em alguns países da Europa, já se aceita a surdez unilateral como critério de indicação, enquanto nos Estados Unidos e mesmo aqui no Brasil, ainda não padronizamos essa indicação.

CONSTRUINDO A SUA RESPOSTA

Mas para algumas pessoas, mesmo depois de todos as consultas e exames, depois do teu médico e fono dizerem que você pode e deve fazer um implante, a pergunta não te abandona e continua lá dentro, martelando…
Assim, selecionei abaixo uma sequência de perguntas menos técnicas e mais pessoais, para tentar clarear o pensamento em busca da melhor atitude a tomar para você ou seu filho.

  1. Você está insatisfeito com a qualidade da sua audição, mesmo com os aparelhos auditivos?
  2. Você entende o que é o implante coclear e como ele funciona?
  3. Você já esteve com outras pessoas que passaram pela dúvida que você vive hoje antes de fazerem o implante?
  4. Você está ciente que depois do implante, você precisará tempo e dedicação para mantê-lo funcionando bem no longo prazo?
  5. Você está ciente que o resultado do implante coclear é dependente de muitos fatores conhecidos e outros desconhecidos sendo, portanto, impossível saber quais pacientes terão um resultado excelente e outros nem tanto?
  6. Você prefere tentar recuperar parte da audição através de uma cirurgia do que adaptar sua a vida à deficiência auditiva profunda?
  7. Você considera a possibilidade de ouvir e se comunicar pela fala mais importante do que o medo de se operar e de usar um aparelho visível atrás da sua orelha?

Considerando que você teve a indicação da cirurgia com uma equipe de sua confiança e respondeu “sim” à todas as perguntas acima, você não tem tempo a perder! Converse com seu cirurgião e siga a em frente!

Se você respondeu não a uma ou mais das perguntas, sua hora pode ainda não ter chegado. Pesquise mais, busque outras opiniões médicas a a ajuda de pacientes implantados.

Para os critérios técnicos de indicação e outras informações mais detalhadas, consulte aqui o Guia Online do Implante Coclear.