Prezado(a) paciente,

Há 15 dias eu te enviei uma mensagem tratando da epidemia de Covid-19. Hoje trago mais algumas informações e um pedido muito importante no final.

Meu objetivo é dizer que começo a ficar a preocupado com alguns de vocês e quero ajudá-los a evitar que que o seu problema de saúde (ou do seu filho) possa se complicar de alguma maneira daqui para a frente.

Antes de mais nada preciso reforçar que a orientação mais correta hoje continua sendo a do afastamento social, e a de permanecer em casa sempre que possível.

Porém, logo antes da chegada da epidemia, muitos de vocês encontravam-se em pleno tratamento comigo ou com alguém da minha equipe, ou mesmo com outros médicos, em outras clínicas e consultórios.

Alguns têm necessidade de realizar cirurgias ou consultas de controle, ajuste de medicações, fazer e analisar exames complementares, para que seus problemas não se agravem. Ainda não sabemos quanto tempo essa fase de afastamento vai durar, mas muitos de vocês apresentam problemas de saúde que não podem aguardar indefinidamente. Algumas doenças podem se agravar com o tempo, podem se complicar ou podem retornar naqueles que já se curaram.

Tenho uma preocupação especial com as crianças, com os idosos e com aqueles com doenças tumorais, mesmo que benignas.

Nesse momento crítico e único que vivemos, é hora de vocês pensarem um pouco como médicos de si mesmos, enxergando sua saúde como um todo, e não apenas em como se manterem distantes do novo vírus.

Até agora foi fundamental seguirmos as recomendações das associações médicas e autoridades sanitárias, como a suspensão de cirurgias e de atendimentos não emergenciais, mas à medida em que o tempo passa precisamos ter um olhar mais cuidadoso e personalizado, mais adequado à realidade de cada um. Eu quero te ajudar a fazerem isso!

Portanto, além de reforçar que estou à sua disposição para tirar as dúvidas por telefone ou Whataspp sobre qualquer assunto relacionado à sua saúde, tenho um pedido muito importante a fazer:

Se você tem dúvida se o seu tratamento ainda pode aguardar, sem prejuízo à sua saúde, fale comigo.

Consultando o seu prontuário e sabendo como você está nesse momento, poderei te dizer se o seu caso pode aguardar sem prejuízo ou se precisamos fazer um atendimento, seja através das novas ferramentas da telemedicina ou mesmo presencial.

Assim vamos garantir juntos que você e a sua família não corram riscos desnecessários, tanto com a epidemia pelo coronavírus, quanto com os demais aspectos da sua saúde.

Um grande abraço,
Luciano Moreira