Atraso da Fala em crianças: conheça os Sinais de Alerta

Todos os pais têm receios com o atraso da fala de seus filhos, e os sinais de alerta não são evidentes para os leigos neste assunto. Escrevo o artigo de hoje com o objetivo de simplificar o assunto.

O DESENVOLVIMENTO NORMAL

Quando a analisamos fala e linguagem, como outros aspectos do desenvolvimento da criança, a variabilidade no tempo e no desenvolvimento é muito grande. Entretanto, não podemos resumir o tema num conceito como “tem que estar falando aos X anos“, pois é bem mais complexo do que isso.

Para pais, professores, pediatras e todos os que acompanham as crianças o mais importante é estarem atentos aos possíveis sinais de alerta do atraso de fala.

Existem várias tabelas que listam as capacidades que espera-se que a criança já tenha adquirido em cada idade. Elas são um bom guia, mas podem causar confusão. Nem sempre é fácil saber o que fazer quando uma dessas capacidades parece não ter sido adquirida, e às vezes um dos pais acha que a criança é uma “tagarela” e o outro discorda, dizendo que ele “não fala nada”.

FALA X LINGUAGEM

Fala e linguagem são coisas diferentes.

Fala é o ato de se expressar através das palavras produzidas pela articulação dos lábios, da língua, e das demais estruturas da garganta, além do papel da vibração das cordas vocais.

Já a linguagem tem um conceito bem mais amplo e inclui todas as formas de se expressar e de captar as informações que tenham sentido comunicativo.

Assim, para uma boa linguagem, além de falar adequadamente é importante ouvir bem, enxergar e ter a inteligência necessária para se comunicar e se exprimir, seja através da fala ou  não.

OS SINAIS DE ALERTA DO ATRASO DA FALA

Sinais de alerta são aqueles que devem servir de motivo para se procurar ajuda especializada junto a médicos otorrinolaringologistas, foniatras, pediatras, neurologista pediátricos e fonoaudiólogos. São eles:

Em qualquer idade:

  • Crianças que não reagem aos sons ou que não balbuciam ou produzem sons com a voz.

Entre 1 e 2 anos de idade:

  • Dificuldade de compreender frases ou solicitações verbais
  • Não tentar imitar sons ou palavras
  • Preferir gestos do que a voz para se comunicar

Após os 2 anos:

  • Não produzir palavras ou frases espontaneamente
  • Repetir palavras sem sentido para a comunicação
  • Tom de voz anormal ou anasalado
  • Dificuldade de compreender o que a criança diz na maior parte das vezes em que fala.

CAUSAS 

Causas possíveis do atraso no desenvolvimento da fala, quando não é apenas uma variação normal de criança para criança.

  • As alterações da língua (freio de língua curto)
  • Alterações neurológicas que afetem a cognição (aprendizado, inteligência, memória)
  • Surdez de origem genética ou oriunda de infecções crônicas dos ouvidos
  • Pouca estimulação das crianças pelos pais e demais adultos que cuidam. As crianças aprendem a falar ouvindo. Muitas vezes a criança pode ter um atraso na fala mesmo havendo audição e cognição perfeitas, apenas por serem pouco estimuladas verbalmente pelos pais com historinhas, conversas e demais interações interações orais que devem fazer parte do dia a dia.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

17 comments

Deixe uma resposta

Dr. Luciano Moreira

Dr. Luciano Moreira – CRM-RJ 65192-3

Dedicado à divulgação das novidades da especialidade, especialmente no tratamento da surdez, implante coclear, cirurgia do nariz e otorrinolaringologia infantil.

Outros Posts

Categorias

Open chat
Precisa de ajuda?