Atraso na Fala. Até quando é Normal?

Antes de falarmos sobre atraso na fala da criança é importante entender que existe um período crítico no desenvolvimento infantil, em que as áreas do seu cérebro responsáveis pela fala e a linguagem estão em formação. Essa fase vai do nascimento aos 3 anos de idade e deve coincidir com um período de intensa estimulação comunicativa, com ambientes ricos em sons, imagens e acesso à fala e à linguagem humana.

Conceitos Sobre o Atraso na Fala

É nesse cenário que se torna muito importante a vigilância da audição dos bebês e crianças, seja com o teste da orelhinhaobrigatório em recém nascidos, seja através da observação do comportamento e das reações da criança à medida que ela avança.

A falha em estimular o cérebro na hora certa com sons e fala pode prejudicar de maneira definitiva a futura habilidade linguística da criança.

O desenvolvimento da linguagem no bebê começa muito antes do aprendizado da fala.

Na medida em que eles começam a usar o choro, o sorriso e outros gestos como sinais de fome, tristeza, contentamento ou solidão… Por volta dos 6 meses de idade, os bebês já compreendem que a fala dos pais e demais pessoas que os cercam é um canal de comunicação.

Mesmo que eles ainda não tenham a capacidade cerebral e motora para articular palavras e falarem, eles já podem “conversar”, dando atenção a quem fala com eles e respondendo com gestos e resmungos à sua própria maneira.

O ritmo da aquisição da fala e linguagem entre as crianças é muito variado, sendo assim importante observar se o passo-a-passo desse caminho segue seu rumo natural.

Abaixo, fiz a tradução para o português de um checklist criado pela Associação Americana de Fala, Linguagem e Audição, que pode auxiliar aos pais a saberem se seus filhos seguem os degraus da boa aquisição de linguagem e quando pode haver um atraso na fala preocupante..

Qualquer falha nessa evolução deve ser avaliada por otorrinolaringologistas e fonoaudiólogos.

Critérios para identificar Atraso na Fala

Até os 3 meses

  • Reage a sons altos
  • Acalma-se ou sorri quando ouve a fala
  • Reconhece sua voz e pára de chorar ao ouvi-la
  • Pára ou inicia a sucção enquanto mama ao ouvir a voz
  • Articula sons com a boca
  • Chora de maneira diferente para necessidades diferentes
  • Sorri ao ver vocês

Dos 4 aos 6 meses

  • Segue os sons com os olhos
  • Reage ás mudanças no seu tom de voz
  • Da atenção a brinquedos que produzem sons
  • Presta atenção à música
  • Balbucia sons diferentes, inclusive começando com p, b, m,  imitando a maneira correta de falar
  • Dá risadas
  • Balbucia quando está excitado ou insatisfeito
  • Produz murmúrios brincando sozinho ou com você

Dos 7 meses a 1 ano

  • Gosta de brincar de “esconde-achou” e de bater palmas com música
  • Vira-se para a direção dos sons
  • Presta atenção quando você fala com ele
  • Entende palavras comuns “água”, “mamar”, “sapato”
  • Atende à chamados como “vem cá”
  • Balbucia sílabas repetidas como “dadada”, “papapa”
  • Balbucia no intuito de receber atenção
  • Tenta se comunicar com gestos como levantar os braços
  • Imita diferentes sons da fala
  • Fala uma ou duas palavras como “papai”, “mamãe” ou “não” até um ano

De 1 a 2 anos

  • Aponta para algumas partes do corpo quando você fala o nome delas
  • Obedece comandos simples (“chuta a bola”) e entende perguntas simples (“cadê seu sapato?”)
  • Se diverte com histórias, músicas e rimas simples
  • Aponta para figuras em livros quando você fala os nomes
  • Aprende novas palavras regularmente
  • Fala perguntas simples com uma ou duas palavras
  • Junta duas palavras como “mais água”
  • Usa os sons das consoantes no inicio das palavras

De 2 a 3 anos

  • Usa frases com duas ou três palavras para se expressar ou perguntar
  • Pronuncia os sons de k, g, f, t d e n.
  • Fala de um jeito que pessoas da  família e amigos entendem
  • Refere-se aos objetos pelos nomes corretos para mostrá-los ou pedi-los
  • Consegue nomear quase todas as coisas

De 3 a 4 anos

  • Ouve quando você chama de outro cômodo
  • Ouve a TV no mesmo volume que as demais pessoas da casa
  • responde perguntas simples como “quem”, “O quê?”. “Onde?”, “Porquê?”
  • Pode falarsobre suas atividades, na escola ou fora dela
  • Usa frases com quatro ou mais palavras
  • Fala com facilidade sem repetir sílabas ou palavras

De 4 a 5 anos

  • Presta atenção às pequenas histórias e responde perguntas simples sobre elas
  • Ouve e entende a maioria das coisas que são ditas em casa e na escola
  • Usa frases com riqueza de detalhes
  • Conta histórias até o fim
  • Comunica-se facilmente com outras crianças e adultos
  • Pronuncia corretamente a maioria dos sons, com exceção de alguns poucos (l, s, r, v, z, ch)
  • Faz rimas
  • Reconhece algumas letras e números
  • Usa a gramática dos adultos

Orientações finais

Em caso de desconfiança ou dúvidas, consulte um otorrinolaringologista.

Posts relacionados:

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn
Open chat
Precisa de ajuda?