Para os pais, professores e cuidadores e geral, reconhecer a perda de audição na criança não é tarefa das mais fáceis.

Hoje recebi Pedro (nome fictício), de 6 anos, no consultório. “O meu ouvido às vezes tá bom, às vezes tá ruim” ele me disse. “Quando alguém fala comigo na escola, se os amigos estiverem falando muito e gritando, eu não entendo nada. Mas tem outras horas que eu to conversando e entendo tudo.”

Com os pais apenas observado, Pedro resumiu em pocas palavras um dos maiores desafios para pessoas com algum grau de perda auditiva: Compreender a fala em ambientes barulhentos.

A maior parde das perdas de audição nesta idade está relacionada a inflamações crônicas ou repetidas nos ouvidos, e pode ser tratada. Entretanto, outras causas genéticas, traumáticas e infecciosas podem trazer perdas auditivas definitivas. Existem inúmeras evidências que a perda de audição está associada a alterações neuropsicológicas, como ansiedade, dificuldades de memória e depressão. Em crianças essa preocupação é ainda maior, uma vez que trata-se da fase de desenvolvimento das habilidades sociais e linguísticas, como a fala, a leitura e a escrita.

Seguem abaixo 10 sinais que podem indicar a perda auditiva em crianças:

  1. A criança repete “O que?” com muita frequência quando é falado algo com ela.
  2. Ela parece dispersa, desatenta e no seu “próprio mundo”.
  3. Grande dificuldade de de compreender a fala em ambientes ruidosos.
  4. Apresenta dores de ouvido ou zumbido com frequência.
  5. Tem dificuldade de respirar pelo nariz, respira pela boa e/ou ronca a noite com frequência.
  6. Passa a observar os lábios de quem fala com muita atenção, para fazer leitura labial.
  7. Não reage a sons de campainha ou telefones tocando.
  8. Dificuldade de se engajar nos trabalhos em grupo na escola.
  9. Apresenta atrasos no desenvolvimento da fala .
  10. Irritabilidade excessiva e sem causa aparente.

Diante de um ou mais desses sinais, deve se suspeitar de perda de audição na criança e ela deve ser levada a um otorrinolaringologista e fonoaudiólogo para examinar os ouvidos e fazer uma avaliação auditiva apropriada para a idade.